quarta-feira, 16 de maio de 2007

A emancipação da Mulher no Portugal de Abril



A Idade Contemporânea ficou marcada pela luta social de largas massas femininas, pois as mulheres consciencializaram-se da sua situação discriminatória na sociedade. Esta luta social expressa-se por múltiplas acções comuns e em grande parte de formas de organização e movimentos. O objectivo desta luta diversificada das mulheres é a sua aspiração à emancipação e à mudança para um estatuto social mais dignificante.
As conquistas democráticas conseguidas com o 25 de Abril, 1974, tiveram uma contribuição de grande relevo da mulher, que participou de forma activa e corajosa na luta reivindicativa económica e social, a defender a liberdade.


O mérito de ter tomado as primeiras medidas verdadeiramente a favor da emancipação da mulher, fica para o primeiro governo operário da história, a Comuna de Paris.
Ainda assim, não desapareceram de súbito os preconceitos sobre a mulher, pois esses preconceitos têm na maior parte uma raíz histórica que não reside na essência do sistema socio-económico.
Apesar do grande atraso socioeconómico herdado da era colonial e da exploração neocolonialista, liquidaram-se em vários países a poligamia e o casamento de menores contratado por familiares, combateu-se o analfabetismo e elevou-se o nível de cultura das mulheres.
O dia 8 de Março é também um símbolo de luta revolucionária que se transformou numa jornada mundial de acção das mulheres pelos seus direitos próprios e contra todas as formas de discriminação.




Sem comentários: